quinta, 09 de julho de 2020
17/01/2011 - 00:00

Saúde mantém fiscalização em armadilhas contra a dengue

A Secretaria Municipal de Saúde através do Programa de Controle da Dengue está fiscalizando, semanalmente, as armadilhas contra o mosquito da dengue, instaladas em 600 pontos da cidade. As unidades ficam em comércios e empresas que tenham fácil acesso para os agentes de endemias.

 

Segundo balanço divulgado pela Vigilância Epidemiológica, em 2010 foram encontrados 27 focos positivos para a larva do mosquito transmissor dengue no município. O bairro com maior incidência foi o São João com 17 focos, quatro destes localizados nas armadilhas instaladas estrategicamente. Os demais estavam em vasos de plantas e baldes encontrados nas residências.

 

?Isto demonstra que o mosquito está se adaptando aos domicílios da nossa região, demonstrando que a prevenção é essencial para deixar o estado de Santa Catarina livre da transmissão da doença?, declara o Coordenador do Programa de Controle da Dengue Lúcio Vieira.

 

O aparecimento do mosquito da dengue é mais comum no verão em função das temperaturas elevadas e intensificação das chuvas, fatores que propiciam a reprodução do mosquito. Para evitar esta situação é preciso adotar medidas permanentes para controle durante todo o ano. Uma única fêmea pode dar origem a 1500 mosquitos durante sua vida e um ovo pode resistir até um ano sem eclodir. Por isso é importante lavar e escovar as paredes dos recipientes que ficam expostos ao tempo e não podem ser descartados.

 

O município de Itajaí é ponto estratégico no controle da dengue por possuir um complexo portuário, ser entroncamento de BR e fluxo de pessoas vindas de áreas endêmicas. Mesmo com toda a vigilância, a população precisar se conscientizar e ajudar na prevenção colocando areia nos pratinhos de planta, mantendo os pneus secos e cobertos, tratando as piscinas, guardando as garrafas com o gargalo para baixo, lavando com escova os potes de comida e água dos animais de estimação.

 

O Coordenador ainda afirma que a conscientização é essencial para o controle da dengue. ?Precisamos ficar atentos à limpeza de nossa casa e cuidar da limpeza do vizinho também. Todo cuidado é pouco, pois ainda não temos vacina contra a dengue e isso impede a erradicação da doença?, explica.

 

Medidas simples que fazem a diferença:

 

Colocar areia nos pratinhos de plantas;

Manter as lixeiras tampadas;

Lavar a secar os potes de comida e água dos animais;

Manter ralos fechados;

Evitar o acúmulo de entulhos;

Manter as garrafas com o gargalo para baixo;

Tratar as piscinas com cloro e limpar uma vez por semana;

Retirar a água acumulada na laje;

Guardar pneus secos e em locais cobertos;

Manter as calhas desentupidas;

Manter tampados os vasos sanitários que não são utilizados;

Manter as caixas d´água sempre limpas e cobertas.

Terça, 07 de julho de 2020
Gravatá vai ganhar Policlínica
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros