quinta, 09 de julho de 2020
12/01/2011 - 00:00

Complexo do Itajaí operou mais de 950 mil TEUs em 2010

O Complexo Portuário do Itajaí encerrou o ano de 2010 com uma movimentação de 954,38 mil TEU?s (Twenty-foot Equivalent Unit ? unidade internacional equivalente a um contêiner de 20 pés). O volume operado superou em 154,38 mil TEU?s a meta fixada no decorrer do ano, de 800 mil TEU?s. ?O resultado representa um avanço de 61% em relação a 2009, de 37,6% acima do recorde anterior registrado em 2008 [9,8 milhões de toneladas], 63% superior ao registrado em 2009 e 41,12% acima dos números apresentados em 2008?, explica o diretor comercial Robert Grantham. Com relação ao número de escalas, no ano passado o Complexo registrou 1,25 atracações, ante 1,02 atracações em 2009 e mil atracações em 2008.

 

?O extraordinário crescimento da movimentação foi registrado pela consultoria britânica Drewry´s, que colocou o Complexo do Itajaí como o segundo porto do planeta em crescimento na movimentação de cargas, tendo como base os resultados do período de janeiro a setembro de 2010?, informa o superintendente Antônio Ayres dos Santos Júnior. ?Dessa forma, o Complexo Portuário do Itajaí tem 2010 como um ano especialíssimo para a sua história: superou os traumas da enchente de 2008 e retomou a senda do crescimento?, acrescenta Ayres.

 

O exercício de 2010 ainda possibilitou ao Complexo elencar dentre as conquistas fatos relevantes, que foram a conclusão das obras de reconstrução dos berços 2 e 3 ? obras que apesar dos percalços iniciais transcorreu num prazo até razoável para uma obra publica desse vulto ?, a correção das duas curvas do canal interno ? viabilizando as operações com navios maiores ? e a viabilização de manobras com navios Panamax com comprimento de 282m e 287m.

 

A prefeita em exercício, Dalva Rhenius, destaca a importância dos resultados obtidos no ano passado pelo Complexo Portuário e salienta a importância da atividade para a economia da cidade e região. ?A atividade portuária é, sem qualquer sombra de dúvida, um importante pilar da nossa economia e a retomada da atividade portuária nos abre grandes perspectivas de desenvolvimento?, destaca a prefeita.

 

Equilíbrio ? Em análise segmentada da movimentação do ano, constata-se que as importações de contêineres cheios cresceram a uma taxa de 98,26% e que os desembarques de containers vazios tiveram um avanço de 14,63%. Já as exportações de contêineres cheios cresceram a uma taxa um pouco menor, de 50,23%, e os vazios exportados apresentaram crescimento de 117,38%. A análise por terminal mostra uma extraordinária recuperação da APM Terminals Itajaí, com uma movimentação de 384,95 mil TEU´s e crescimento de 96% em comparação com 2009. Os containers operados em 2010 foram transportados em 454 navios, com aumento de 81,6% sobre o ano anterior.

 

A Portonave S?A ? Terminais Portuários Navegantes, por sua vez, registrou uma movimentação de 566,96 mil TEU´s e avanço de 44% comparativamente a 2009 e a atracação de 616 navios, praticamente o mesmo numero do ano anterior. Os terminais a montante mostraram também um bom desempenho. A Braskarne movimentou 180,49 mil toneladas, representando um crescimento de 107% [com 41 atracações  e crescimento de 24%] e o Teporti operou 39,97 mil toneladas [com crescimento de 33%, em 40 atracações]. Já o Polyterminais, ainda restrito apenas ao atendimento dos navios de granel líquido da Dow Química, movimentou 67,13 mil toneladas em 16 escalas, o que representou decréscimo de 9,41%

 

?Ainda precisamos destacar que em dezembro o Porto de Itajaí registrou a atracação do navio Cathrina Rickmers, com 286,26 metros de comprimento, que foi o maior navio a operar em Itajai em sua história e que comprova a capacidade do Complexo operar com navios com até 287 metros de comprimento?, complementa Robert Grantham.

Terça, 07 de julho de 2020
Gravatá vai ganhar Policlínica
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros