segunda, 27 de janeiro de 2020
03/01/2011 - 00:00

Tenista do Itamirim é campeão no México

O sacrifício de passar o Natal e o Ano Novo longe de casa valeu muito a pena para o tenista Bruno Sant?anna, da equipe do Itamirim Clube de Campo (Unimed/ Companiõn/ FMEL/ Unificado), de Itajaí (SC). O jovem de 17 anos surpreendeu a todos e conquistou o título do 33º International Casablanca Junior Cup, torneio da Federação Internacional de Tênis (ITF), realizado entre os dias 27 de dezembro e 2 de janeiro, em Tlalnepantla, no México. Na final, vitória sobre o inglês Oliver Golding, por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/2) e 6/0. A competição, que reuniu mais de 300 tenistas de 41 países, é considerada uma das mais importantes do mundo e já contou com nomes como o suíço Roger Federer e o norte-americano Andy Roddick, quando eles eram juvenis.

 

Na final de domingo (02), acompanhada de perto por cerca de 1500 pessoas, na quadra central do Clube Casablanca Satélite, Bruno entrou como azarão. Talvez por isso, todos torceram pelo tenista brasileiro, que tinha pela frente Golding, simplesmente o cabeça de chave número um do torneio e grande favorito ao título. Bruno, que chegou como cabeça de chave número 15, foi muito inteligente em quadra. Com um jogo bastante técnico e muitas variações de bola, ele foi minando mentalmente o rival. Cada vez que o inglês tentava encaixar seu estilo, o tenista do Itamirim mandava passadas impressionantes, que levantaram inúmeras vezes o público mexicano.

 

Mesmo assim, o jogo era duro e Golding teve a chance de fechar o primeiro set, sacando em 5 a 4. Mas Bruno foi guerreiro, quebrou o saque do inglês, levou o duelo para o tie-break e venceu por 7 a 2. A partir daí, só o atleta de Itajaí jogou e o título veio de forma arrasadora, com direito a ?pneu? no segundo set, com um 6/0. Começava a festa brasileira no México. ?Não acredito que ganhei, porque nunca pensei que chegaria até aqui. Foi a primeira vez que joguei assim, com o apoio de um grande público, com todos gritando meu nome. Foi incrível a energia que me passaram. No primeiro set eu estava atrás, mas consegui um break point, impus meu ritmo e ganhei a final?, disse Bruno, que conquistou seu primeiro título de Grau A ? torneios que têm a maior pontuação para atletas juvenis.

 

Sobre ter deixado de passar as festas de fim de ano com sua família, o tenista natural de São José dos Campos (SP), mas que compete por Itajaí há um ano, não tem dúvidas de que o esforço foi mais do que válido. ?Não tem nada como ganhar um torneio como esse. Valeu a pena todo o sacrifício?, destacou Bruno, que chegou nesta segunda-feira (03) ao Brasil. Agora, ele descansa uns dias em sua casa, no interior paulista, para depois viajar até a Oceania, onde terá pela frente o torneio juvenil do Austrália Open, que acontece entre os dias 17 e 30 de janeiro. O catarinense Karuê Sell é outro tenista do Itamirim que estará disputando o primeiro Grand Slam do ano.

 

A caminhada de Bruno no Casablanca

 

Bruno Sant?anna estreou no Casablanca Junior Cup vencendo o japonês Junpei Yamasaki por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/1. Em seguida, foi a vez de despachar o norte-americano William Kwok, por 7/6, com 8/6 no tie-break, e 6/2. Nas oitavas de final, teve pela frente o equatoriano Diego Hidalgo e venceu por 6/4 e 7/5. Na fase seguinte, o atleta de Itajaí contou com um pouco de sorte. Ele vencia o sérvio Nikola Milojevic por 4 a 1 no primeiro set, quando o rival desistiu por causa de uma lesão no ombro.

Na semifinal, Bruno teve talvez seu confronto mais difícil. Após perder o primeiro set por 6/1, para o russo Maxim Lunkin, o brasileiro não desanimou e virou a partida, com impressionantes 6/1 e 6/2. Para fechar, vitória e título sobre o inglês Oliver Golding: 7/6 (7/2) e 6/0.

Bruno é considerado uma das principais promessas do tênis nacional e recebe apoio da Confederação Brasileira de Tênis (CBT)/Correios, que arcam com as despesas de treinos, viagens e hospedagens do atleta.

 

Evolução e exemplo para os demais

 

Os coordenadores do Centro de Treinamento do Itamirim comemoraram o resultado conquistado por Bruno no México. Para Patrício Arnold, o título mostra a evolução do tenista de Itajaí, tanto na parte técnica quanto na mental. ?O Bruno sempre se caracterizou pela regularidade, mas nos últimos meses ele vem trabalhando um jogo mais agressivo, que é fundamental quando se atinge um nível alto. Além disso, o fato dele virar uma partida que perdeu por 6/1 o primeiro set [na semifinal] demonstra seu crescimento mental, o que também é muito importante?, explica o técnico.

 

Já Ivan Kley destacou a dedicação de Bruno, que deve ser seguida pelos outros integrantes da equipe do Itamirim. ?Ele abdicou de Natal e Ano Novo com a família para participar deste torneio. Mostrou que o resultado vem de muito trabalho e nunca de graça e isso certamente vai incentivar os demais atletas do clube. Nosso trabalho é feito desde as escolinhas, passando pelo juvenil e profissional. Nosso objetivo é formar vencedores no esporte e, principalmente, na vida?, enfatiza Ivan.

anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros