sábado, 19 de setembro de 2020
06/12/2010 - 00:00

Marcílio Dias é campeão!

Marinheiro é o campeão da Divisão Especial

A equipe de Itajaí estreia na Série A do Catarinense no dia 16 de janeiro em Imbituda,  contra o time local

O torcedor rubro-anil literalmente lavou a alma na noite de sábado, no Gigantão das Avenidas, em Itajaí. Há três anos com o grito de ?é campeão? preso na garganta (Copa Santa Catarina e a Recopa Sul-Brasileira em 2007), os 2.129 marcilistas que empurraram o Marinheiro durante os 120 minutos da viagem final rumo ao título da Divisão Especial 2010, comemoraram o empate na prorrogação e o título da competição, depois de vencer o Concórdia no tempo normal por 2 a 0, gols de Rincón e Rodrigo Couto.

A partida final do Cilio na segundona Catarinense foi exatamente igual a toda campanha do Clube Náutico Marcílio Dias na competição: sofrida, disputada. Tanto que o time de Gelson Silva só chegou com perigo a meta do goleiro do Concórdia aos 22 minutos com Rodrigo Couto, em um chute de fora da área.

Três minutos depois, o goleador Rincón apareceu como de costume para abrir os caminhos do rubro-anil. Após escanteio, a zaga adversária afastou mal a segunda bola. Ela caiu nos pés de Rodrigo Couto que chutou, a redondinha resbalou nas pernas do zagueiro e sobrou para o camisa 9 marcilista que, dominou e com categoria, de perna esquerda, deslocou o goleirão do Concórdia e abriu o placar para o Marinheiro.

Rodrigo Couto voltou a assustar a meta da equipe do oeste catarinense aos 35 minutos, mas quem quase marcou foi Concórdia, aos 43 minutos. Márcio Kesller operou dois milagres e assegurou a vitória parcial no primeiro tempo.

O começo do segunda etapa foi um ?Deus nos acuda?, e se não fosse o goleiro rubro-anil, a festa poderia ter sido estragada. Márcio fez três defesas extraordinárias e não permitiu o empate do Concórdia. A equipe de Itajaí melhorou com a entrada de Leandro Branco, que mais uma vez foi decisivo. Em um belo passe cruzado, o atacante viu Couto que invadiu a área, balançou na frente do marcador e com um tapa de direita, deslocou o goleiro adversário para decretar números finais ao jogo e levar a partida para a prorrogação.

OS 30 min MAIS SOFRIDOS DO ANO

O tempo extra foi de tirar o fôlego, do coração querer sair pela boca. O time visitante começou em cima, mas logo em seguida, Leandro Branco aproveitou o cochilo da zaga, depois de um escanteio e chutou forte cruzado, porém, o goleiro do Concórdia espalmou para fora.

O jogo era ?aqui e acolá?, e Márcio confirmava ser o nome do confronto depois de salvar o Cilio aos 14 minutos da prorrogação, após boa trama de ataque rival. Dois minutos depois, Maicon escapou pela esquerda e cruzou, Leandro Branco, em baixo da trave, chegou atrasado e colocou por cima o que poderia ser o gol do título marcilista.

Os quinze minutos finais foram de muita catimba e expulsões. A torcida rubro-anil já comemorava, quando Márcio Kesller novamente teve que trabalhar para salvar o Marcílio Dias e garantir o empate e o título da Divisão Especial 2010. "É uma alegria muito grande, sempre sofrida, mas ta aí o título, no Gigantão das Avenidas. Nós vamos crescer cada vez mais. Se cuidem os outros times que o Marcílio vem aí", declara o presidente, Abelardo Lunardelli.

 

Sexta, 09 de dezembro de 2011
Festival de Futebol será neste sábado
Segunda, 06 de dezembro de 2010
Marcílio Dias é campeão!
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros